terça-feira, 27 de agosto de 2013

Sou adulto e vou pro bar! (quando chegar eu dou check-in)

Sou adulto e vou pro bar! (quando chegar eu dou check-in)
Muito bem, você alcançou a maioridade e como já é adulto, dono do seu próprio nariz, que tal ir pro bar comemorar com os seus amigos? Pois vá, encha a cara, mas não esqueça de deixar seu celular ligado para dar check-in no Foursquare e contar como está bem louco através dos 140 caracteres de um tweet!


"Valoriza o meu melhor ângulo porque essa eu vou postar no Instagram!"

Agora que você também ingressou na universidade (que, por sinal, é o papai quem banca), aproveite para fazer um tour pelo entorno e descobrir os melhores barezinhos, afinal é preciso ampliar seu vocabulário etílico para além de vinho ou cerveja. Experimente tudo o que te oferecerem e registre o momento em seu celular para mais tarde compartilhar com as suas centenas de "amigos" do Facebook e mostrar o quanto é um adulto descolado! E sinta orgulho a cada comentário que esses supostos amigos deixarem insinuando que você é o tipo de pessoa que não pode ficar separada de uma bela tequila ou a cada foto de uma garrafa de vodka em que for marcado!

Como você bem sabe, o grau de sua maturidade é medido proporcionalmente à quantidade de álcool que ingere: logo, aqueles que conseguem tomar uma dose de absinto sem deixar uma lágrima sequer escorrer dos olhos e sem ter o seu juízo alterado, está pronto para assumir qualquer tipo de responsabilidade!


Trilha sonora: O último bar (Matanza)

Infelizmente ainda não cheguei a esse nível... E nem espero chegar, confesso! Sempre me perguntei porque jovens-adultos (ou velhos-adolescentes) têm essa necessidade de cultuar o álcool para afirmar suas identidades. Uma coisa é você beber um copo de whisky depois de um dia torturante de trabalho, uma taça de vinho para relaxar ou uma caneca de chopp para dar uma bela de uma refrescada (ou qualquer outra bebida que resolveu tomar simplesmente porque teve vontade); outra é beber justamente para se sentir parte de algum grupo, conseguir se socializar - tem gente que só consegue ter assunto mesmo quando está com o copinho na mão - e tentar provar aos demais que o faz porque seus pelinhos pubianos já cresceram (que nojo, Fernanda!).

Não quis dizer que não pode sair com os amigos para um Happy Hour em plena sexta-feira para tomar suas cervejas importadas em um boteco da Av. Paulista. Ou perder a razão e afogar suas mágoas em uma garrafa de 51 pelo menos uma vez na vida porque levou um pé na bunda. Quem sou eu para ditar o que cada um deve fazer ou não? E quem disse que nunca fiz nada do tipo? Mas será que só eu considero desnecessário tentar comprovar para os seus amiguinhos, exageradamente, que tem idade para beber, assim como tem personalidade? Uma vez ou outra é até comum, mas abarrotar a timeline com mensagens e imagens que só se referem ao assunto chega a ser doentio! Você sabe bem quem você é, então pra que provar aos demais? Se quer saber a sincera opinião da "careta" aqui (adoro essas gírias marotas!), continuo te vendo como um(a) adolescente babaca e imaturo(a) em busca de atenção!

6 comentários :

  1. Nossa Fernanda, você disse tudo agora! Concordo plenamente com TUDO que você falou! Acho ridículo pessoas querendo se aparecer por encher a cara e ainda ficar postando nas redes sociais, isso é desnecessário né, por favor!
    Adorei seu post!
    beijos.
    contornoperfeito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Acho que ir a bares e por vezes beber demais faz parte. Pelo menos aqui em Portugal quase todos os jovens vão sair e bebem em excesso. É um exagero e muitos fazem isso para se mostrar!
    Eu concordei com tudo o que disseste :)

    ResponderExcluir
  3. o problema não é beber ... ou até beber todos os dias.

    A questão é que 'o ser' tem que mostrar isso para todos. Como se beber dia sim, outro também, fosse algo engrandecedor. Confesso que vez ou outra posto alguma coisa com o líquido dourado, tento me policiar, mas as vezes é inevitável para zoar com um amigo que tá no trampo fazendo horas extras. É uma piadininha interna que grande parte dos amiguinhos da timeline não entendem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a ideia do post é exatamente essa: o ridículo não é o ato de beber em si, mas, como comentou, o ser que considera isso engrandecedor!

      Excluir
  4. Concordo. Tem pessoas que querem provar que são melhores que as outras e por isso bebem até não aguentar, só pra dizer: olha eu consigo beber mais que você. Isso é ridículo. Eu já postei fotos minhas segurando copos de bebidas, mas foi tipo fake, porque todo mundo sabe que não bebo e que minhas fotos são pra fazer a galera rir. Mas agora parei com isso, senão quem não me conhece vai achar que vivo bêbada. Bjus!

    galerafashion.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah eu faço o mesmo! Vira e mexe tiro fotos segurando garrafa de bebidas pra brincar mesmo e não vejo problema nenhum em compartilhar. O problema é esse aí: quando o cara quer provar que é melhor que alguém por aguentar beber mais, e se sente O adulto por conta disso! Você nota quando alguém está fazendo só pra brincar e quando alguém quer é exagerar mesmo!

      Excluir

E aí, o que achou? Deixe seu comentário aqui! =)

Lembre-se de ter bom senso e comentar sobre o assunto post. Sinta-se livre para fazer qualquer tipo de crítica, desde que seja a respeito do assunto ou opinião abordada, e não ataques pessoais àqueles envolvidos (como eu, outras pessoas que comentaram, ou outras pessoas que citei no decorrer do texto).

Costumo retribuir a todos os comentários, desde que tenham alguma coerência. Me desculpem, mas aqueles que se resumem somente a "Seu blog é lindo! Visita o meu?", terão sua retribuição no mesmo nível!

...

Copyright 2002-2015 - Fernanda Fusco - Todos os direitos reservados

Cópia total ou parcial proibida !

Related Posts with Thumbnails