quarta-feira, 1 de maio de 2013

Game: Tomb Raider (2013)

Game: Tomb Raider (2013)
Game recomendado para maiores de 18 anos

Quando éramos pequenos, meu irmão e eu meio que tínhamos uma rixa quando se tratava de vídeo-game. Disputávamos através de discussões limpas (#not! muitas vezes nos socávamos!) qual era o melhor jogo: ele com o seu Final Fantasy (blé!) e eu com Tomb Raider ou Resident Evil.

Fiquei contanto os dias, por aproximadamente um ano, até o lançamento do novo Tomb Raider. E fiquei bastante surpresa, afinal meu querido irmão fez a mesma coisa! O motivo? Talvez porque Square Enix - produtora da série que ele tanto defendia - tinha assumido também a sua produção ao lado da desenvolvedora Crystal Dynamics.


Trailer do jogo

Assumo que a Square realmente fez um ótimo trabalho: até então, foi o meu jogo favorito da série, que conseguiu prender a minha atenção durante uma semana. Não sosseguei até terminá-lo e isso é um ponto mais que positivo nos meus dias de hoje, já que qualquer coisinha me tira a atenção - seja pra procrastinar ou para dividir minha atenção com as responsabilidades do dia-a-dia (ui, que menina importante!).


A gente muitas vezes se pergunta como é que a Lara Croft consegue ser tão... que palavra poderia defini-la melhor? Hm, perdoem-me a expressão, mas é "f0d@" mesmo! Sim, como é que essa mulher consegue escalar e passar por diversos obstáculos, destruir as mais terríveis criaturas, resolver quebra-cabeças e ser tão corajosa e imponente? Ah, caras crianças, essa e outras respostas teremos neste jogo mais recente, que conta a história da heroína desde o início: ela era bastante ingênua e não possuía nenhuma dessas habilidades.

A história começa quando o navio em que Lara se encontrava naufraga e se perde em uma ilha no Triângulo do Dragão (o Triângulo da Bermuda japonês). O objetivo do jogo, a princípio, é fazer com que sobreviva desenvolvendo habilidades de caçadora. No decorrer, conforme vai encontrando seus amigos (e inimigos), ela precisa descobrir formas para sair desta ilha e salvá-los, então tem a necessidade de desenvolver outras habilidades.


Para desenvolver essas habilidades, o jogador precisa acumular pontos de experiência (assim como em RPGs). Com isso ela vai se tornando uma ótima escaladora, matadora, maneja melhor suas armas, etc. Outra diferença entre os jogos anteriores é que agora você tem um mapa e pode marcar os lugares em que já passou através dos chamados acampamentos; assim não é preciso percorrer todo o caminho que já tinha feito antes: basta ir até o acampamento mais próximo para ser "transportado". Além disso, se você não sabe para onde ir, basta apertar um botão para ser informado!


Os gráficos, como já era de se esperar, estão muito mais detalhados e as mortes muito mais realistas - dá até pena em ver a Lara morrer! A grande variação de cenários, jogos de câmera e dos objetivos faz com que o jogo não se torne nem um pouco cansativo. Acredito que só faltaram mais quebra-cabeças - a maioria deles eram as "tumbas", onde você encontrava como recompensa alguns artefatos.

É, Square Enix... Nota 10 pra você desta vez!

0 :: Deixe seu comentário! :

Postar um comentário

E aí, o que achou? Deixe seu comentário aqui! =)

Lembre-se de ter bom senso e comentar sobre o assunto post. Sinta-se livre para fazer qualquer tipo de crítica, desde que seja a respeito do assunto ou opinião abordada, e não ataques pessoais àqueles envolvidos (como eu, outras pessoas que comentaram, ou outras pessoas que citei no decorrer do texto).

Costumo retribuir a todos os comentários, desde que tenham alguma coerência. Me desculpem, mas aqueles que se resumem somente a "Seu blog é lindo! Visita o meu?", terão sua retribuição no mesmo nível!

...

Copyright 2002-2015 - Fernanda Fusco - Todos os direitos reservados

Cópia total ou parcial proibida !

Related Posts with Thumbnails