quinta-feira, 25 de maio de 2006

Faculdade e Concurso

Faculdade
Fico tão chateada quando me encontro com alguém que não vejo há muito tempo e me pergunta: "E aí, Fê? Tá fazendo faculdade do que?". Quando eu respondo estou fazendo curso técnico, faz uma cara estranha que eu posso definir como "você está perdendo o seu precioso tempo com um curso que pode nem dar retorno" e "curso superior é o que as empresas hoje em dia mais pedem".

Por que a preocupação maior dos alunos que estão concluindo o colegial é com aquele tal de vestibular? Aquele cara que todo mundo encherga como bicho-de-sete-cabeças? Porque na escola ou em casa sempre ouvimos aquele clássico "estude bastante pra entrar em uma faculdade e ser alguém na vida".
Aí o cara se mata estudando pra tentar mostrar tudo o que sabe em apenas um dia de prova. Acaba não passando porque exatamente neste dia ele não acordou de bom humor e na hora da prova deu branco, e fica decepcionado por um bom tempo.
Mas e aquele cara que passou? Aquele cara que agora vai fazer medicina, direito, ou seja lá o que for. Será que é isso exatamente o que ele quer fazer, o que ele leva jeito pra fazer, o que ele gosta de fazer? Ou ele apenas escolheu por que lhe disseram que são cursos que dão um enorme retorno ($ dimdim $) ou porque são cursos que "tem um nome bonito"?
Digo isso por experiência própria. Durante o colegial, pensava em fazer "ciências da computação" por que certa vez uma colega minha me disse: "Fê, você gosta de computadores.. Pode fazer ciências da computação, sabia?". Logo em seguida, pensei: "Taí! Ciências da computação! É o que eu quero fazer!".
Sim, eu achava que era o que eu queria fazer apenas por ter a palavra "computação" no nome e nem procurei me informar sobre o que eu aprenderia com esse curso, verificar as grades de aulas, enfim.
Acho que muitos se esforçam também exageradamente para conseguirem passar no vestibular pra ter essa espécie de "troféu". Sabe: "Olha pra mim! Eu sou inteligente! Eu passei no vestibular e entrei pra USP!".

Muita gente olha torto pro curso técnico por achar que é um curso que está muito abaixo do superior. Sim, de certa forma. O curso técnico serve pra ter uma noção geral de toda aquela área e o superior para se especializar.
Posso dizer que eu me arrependeria se começasse a fazer faculdade após o término no ensino médio, por que ia passar um ano de curso e eu ia pensar: "Caramba! Não era isso o que eu queria!" e possivelmente desistir. Esse curso técnico me serviu para abrir bastante a cabeça e eu aprendi muito; não apenas conhecimento da área de informática, mas aprendi a lidar com diversas outras situações do cotidiano - como lidar com pessoas, como tratá-las bem, como trabalhar em grupo, por exemplo.

Pagar R$50.000,00 em um curso só pra pegar o diploma e ter uma coisa a mais pra colocar no currículo? Ir pra faculdade só por obrigação e não absorver nada? Acho que isso é coisa pra pessoas com cabeça-de-azeitona. Não, pior: cabeça-de-ervilha.
Tudo bem, o dinheiro é seu, quem trabalha pra pagar é você (ou os seus pais, "tantufaz").
Mas é muito chato que existam pessoas altamente qualificadas e interessadas para uma vaga de emprego e perdem a chance de serem contratadas porque um outro babaca que enviou currículo tem aquele tão famoso "ensino superior", sendo que na verdade não entende porcaria nenhuma e só a escolheu por que é uma área que "dá dinheiro" ou seja lá o que for.
Você pode ser um desses babacas. Não se sente mal? Não, porque agora você tá empregado, ganha uma puta grana e o outro cara que se foda. "Haha.. Antes ele do que eu!". Aff.. Porco egoísta..
Do que vale ter um diploma na mão e não ser capacitado pra fazer aquele tipo de tarefa?

Não estou criticando o ensino superior. De forma alguma. Estou criticando aquelas pessoas e empresas que acham que pra ser um excelente profissional precisa ter um diplomão em mãos e acabam tirando oportunidades daqueles que merecem realmente. E aquelas outras pessoas que na verdade nem são capacitadas praquela área; por que, pra mim, passar no vestibular significa absolutamente nada. Deviam, além disso, fazer uma entrevista com o concorrente á vaga pra saber se ele realmente merece.

Quer fazer "facul"? Faça aquela pela qual se interesse realmente e não por que tem um nome bonito ou por que quer alguma pra fazer peso no seu currículo. E não se foque apenas em uma área (pretende fazer algo relacionado á informática por que sabe mexer bem na internet, mas na verdade pode levar mais jeito pra jornalismo).
Tente observar todos os caminhos e só depois escolha o melhor. Leve á sério para conseguir ser um ótimo profissional e fazer nosso país dar passos a frente!

Observação: No momento estou observando os caminhos..

Concurso
Fiquei em primeiro lugar nas categorias Melhor conteúdo e Mais atualizado e em segundo em Melhor domínio do concurso Sanctus Mich Awards.

Mais
Ouvindo: Nada.
Estou: No estágio.
Pensando: "O que eu quero?"
Sentindo: Inconformada.
Teclando: Com ninguém.
Querendo: -x-
Lendo atualmente: Os príncipes encantados de Libby Manson - Jane Green.
Visitando: GMail.

Um comentário :

  1. Oiii Fê ADOoOreiiii
    seu comentários sobre pessoas
    que ñ sabem (Eu disse NÃOOOOO sabe)
    Trabalhar em Grupo!!!

    BjS MigA!!!!
    DaNy

    ResponderExcluir

E aí, o que achou? Deixe seu comentário aqui! =)

Lembre-se de ter bom senso e comentar sobre o assunto post. Sinta-se livre para fazer qualquer tipo de crítica, desde que seja a respeito do assunto ou opinião abordada, e não ataques pessoais àqueles envolvidos (como eu, outras pessoas que comentaram, ou outras pessoas que citei no decorrer do texto).

Costumo retribuir a todos os comentários, desde que tenham alguma coerência. Me desculpem, mas aqueles que se resumem somente a "Seu blog é lindo! Visita o meu?", terão sua retribuição no mesmo nível!

...

Copyright 2002-2015 - Fernanda Fusco - Todos os direitos reservados

Cópia total ou parcial proibida !

Related Posts with Thumbnails